Bem Vindos / Pensamentos Felizes

by - sexta-feira, dezembro 19, 2014


Oi!!! :)

Alguém aqui me conhece? Esse não é o primeiro blog que eu tive (na verdade acho que já criei mais blogs do que eu deveria).
Alguns dos blogs que eu já tive foram: o Anjo de Cereja e o Como Julieta, então se alguém aqui já os visitou, eles eram meus :) Hoje não existem mais, por motivos pessoais. Faz um tempo que decidi abandonar a blogosfera e fiquei belos meses sem dar as caras.

Mas eu voltei!! Acho que estando no Blogger desde 2011... não consigo evitar passar muito tempo longe disso. 
Achei muito bom ficar longe do blog por um tempo, eu literalmente sumi, sem mais nem menos, mas eu achei que foi bom para mim, porque eu precisava de um tempo, eu estudava e trabalhava na época que fechei o blog, agora que eu terminei ambos, tenho um tempinho para mim. Eu fiquei muito tempo no blogger sem intervalos e acho que isso não me fez bem e atrapalhou muito a qualidade dos posts. Um intervalo é sempre bom, certo?

Não estou dizendo que venho aqui com mil e um posts legais, com muita criatividade.
O Cabana dos Anjos será um blog um pouco literário, porque pretendo postar várias resenhas dos livros que eu leio, mas é principalmente um blog pessoal, onde eu vou postar sobre filmes que eu gosto, meus canais preferidos no YouTube, meus atores/cantores preferidos, as tags que eu gosto, vou postar sobre música e vou postar vários textinhos que eu escrevo, algumas coisas legais que eu conheço, então acho que esse espaço não vai ser o mais criativo da blogosfera, mas vai ser talvez o mais sincero, porque vou, realmente, só postar sobre coisas que eu gosto.

Para começar com o pé direito, o texto que se segue, é algo que eu escrevi, sobre o meu menino preferido, Peter Pan e sobre a pureza dos pensamentos felizes e como eles te fazer voar. E se pensar bem, te fazem, literalmente, voar. 

 Pensamentos Felizes


- Pensamentos felizes te fazem voar! - Peter me disse, eu acredito nisso. Comecei a pensar em coisas que me deixavam feliz e as disse em voz alta.
- Livros, anjos, escritores, boas histórias, filmes, Zorro, espadas, adagas, dragões, paganismo, celtas, druidas, Idade Média, Itália, escrever, criar, Merlin, você... Peter. - não pude deixar de dizer e ele sorriu gloriosamente, então prossegui.
- Bruxas, amor, cidades históricas, casas antigas, segredos bem guardados, mistérios bem resolvidos. Paris, Velho Mundo, Europa, amigos... Batom vermelho, fotos antigas, garotos ruivos. - eu disse e Peter riu descontroladamente, não pude deixar de rir.
Mesmo que não tivesse graça.
Oras, que graça tem em uma pessoa ficar feliz quando pensa em um garoto lindo e ruivo?
- Finais felizes, música, comer os bolos deliciosos da minha mãe, falar de livros, capas de livros, Dan Brown.
- Dan...? - ele perguntou, me interrompendo.
- Ele é escritor. Eu fico feliz lendo os livros dele.
Ele levantou uma sobrancelha e cruzou os braços.
- Você está sendo sincera? Ainda não está voando. - ele disse apontando para os meus pés, que estavam firmemente presos ao chão. Talvez mais firmes do que no começo.
Aquilo me deixou triste, afinal, aquelas eram as coisas que me deixavam feliz, de verdade.
- É isso que me deixa feliz, de verdade.
Ele me olhou nos olhos, sabia que eu estava sendo sincera.
- Então você ou não é feliz de verdade, ou não se conhece o suficiente para saber sobre as coisas que te deixam realmente feliz. Me fale sobre os momentos em que você se lembra de ter sido feliz.
- Eu gosto de assistir filmes com meus amigos em casa, gosto de ficar em silêncio e ler um bom livro, gosto de ir ao cinema, gosto de coisas simples, que as pessoas demonstrem com atitudes simples que gostam de mim e que me querer por perto. Gosto de me sentar e escrever. Mas faz tanto tempo que não consigo fazer nada dessas coisas.
- Talvez eu não tenha vindo aqui hoje para te ensinar como voar. - ele disse um pouco triste. - Vou te ensinar a voar outro dia. E não vim aqui atoa. Sei que você aprendeu que não precisa apenas pensar em coisas felizes para voar, essas coisas felizes precisam estar no seu coração também. 
Ele sorriu e saiu pela minha janela. Eu ainda não estava completamente feliz para voar, mas um dia, quem sabe?


Até logo!

You May Also Like

5 comentários

  1. Olá Carla! Como vai? Eu não conhecia nenhum dos teus blogs :c Não deveria blogar no mesmo tempo que você. Eu também já precisei dar um tempo da blogosfera, mas aí voltei. Na verdade, tive 2 tempos. 1 com o Not Found esses dias, e outro com um blog antigo. Ah, eu acho que você vem sim com posts legais, com muita criatividade! Espero que venha, haha. Adoro textinhos, pode postar que eu sempre virei aqui ler!

    Eu gostei do seu texto, você escreve bem! Eu quero uma continuação. quem não ama ruivos? Rupert Grint é meu ruivinho favorito <33 O Peter era ruivo?

    Beijinhos, Liv. || n-found.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada <3
      Acho que realmente nos desencontramos, haha. Dar um tempo é sempre bom, né? Dar um tempo, relaxar, voltar melhor.

      Fico feliz que tenha gostado desse texto, eu estou realmente pensando em escrever uma continuação, acho que essa garota merece "voar", haha. Ruivos são perfeitos <3
      Não tenho certeza, mas acho que Peter é ruivo. Pelo menos no desenho animado ele tem cabelos laranja.
      Muita obrigada pela visita :D

      Excluir
  2. Bem vinda novamente >.< realmente é difícil estudar, trabalhar e tals... mas boa sorte pra você no seu novo blog! Beijão e parabéns pelo texto!!! :)
    Fluffy World

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada <3
      Quando se faz muitas coisas é difícil conciliar tudo :/
      Muito obrigada, mesmo <3

      Excluir
  3. Adorei o conto! Creio q Peter te ensinou certo!
    Bjs

    http://achadosdamila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir